Legalização da cannabis movimenta indústria do frio nos EUA

Fabricante de chillers fornecerá equipamentos movidos a gás natural para fazenda de produção indoor

A Tecogen recebeu uma encomenda para fornecer dois chillers resfriados a água Tecochill para uma fábrica de cannabis em Massachusetts. O negócio foi avaliado em US$ 750 mil.

Os dois resfriadores de líquido movidos a gás natural fornecerão um total de 700 toneladas de refrigeração (350 TR cada) para uma área de 4.645 metros quadrados da instalação de cultivo indoor.

A encomenda segue outras similares feitas na Califórnia, Colorado, Massachusetts e Canadá, onde a produção e venda de cannabis foi legalizada.

Os chillers Tecochill serão usados para resfriar o ambiente, a fim de compensar o calor gerado pelos sistemas de iluminação instalados para promover o crescimento das plantas.

Além disso, a energia térmica dos equipamentos será recuperada sob a forma de água quente e utilizada para desumidificação.

Espera-se que o sistema corte os custos operacionais da instalação em 50%, reduzindo drasticamente sua pegada de carbono em relação aos chillers elétricos convencionais.

“Os mercados de cultivo indoor e em estufas se tornaram um importante nicho para a linha de produtos Tecochill”, diz o CEO da Tecogen, Benjamin Locke.

“O cultivo indoor, em particular, é ideal para a aplicação dos resfriadores de líquido a gás da Tecogen, pois essas instalações são muitas vezes adaptadas a edifícios preexistentes que não estão preparados para lidar com os altas cargas de eletricidade. A opção pelo Tecochill não demanda uma atualização cara da parte elétrica e libera a carga existente para outras operações”, acrescenta.

Segundo a empresa, as economias operacionais proporcionadas pelos equipamentos são consideradas substanciais e, geralmente, pagam o investimento num período entre um e dois anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comentários

Adicionar comentário

Clique para comentar