Linha de produção para o Iraque

O Iraqi National Business Council (INBC), importante conselho de empresários privados do Iraque, definiu quais as linhas de produção de interesse imediato por parte do mercado iraquiano.  São elas frigorífico de alimentos, equipamentos agrícolas, veículos especiais (ambulância, bombeiros etc) e implementos rodoviários (transporte de combustíveis).

O próximo passo será dado pela Câmara Brasil Iraque que vai selecionar empresas brasileiras que possam atender a demanda iraquiana. “O projeto é para implantação de linhas de produção ou em regime de CKD no Iraque de forma a ajudar na criação de uma nova base industrial”, explica Jalal Chaya, presidente da entidade.

A ação do conselho de empresários iraquianos teve início com a assinatura de um protocolo de cooperação entre as duas entidades. No documento ficou estabelecido que o INBC vai transferir a um banco brasileiro US$ 400 milhões como garantia nas operações de financiamento que serão realizadas pela entidade brasileira. A contra-partida do banco será disponibilizar às empresas iraquianas uma linha de US$ 1 bilhão.

A compra de linhas de produção e seus equipamentos para operação faz parte do processo de recuperação do Iraque. O projeto foi traçado para estimular a aquisição de equipamentos e know-how brasileiros porque o Iraque confia na qualidade e competência da indústria brasileira. “O Brasil tem grande prestígio perante a sociedade iraquiana consolidado ao longo de anos de excelentes relações comerciais”, afirma Chaya.

Adicionar comentário

Clique para comentar