Bitzer apresenta novo parafuso compacto na China

Compressores projetados para operar com R-134a também funcionam com HFOs ou misturas entre HFCs e HFOs

A Bitzer apresentou esta semana, em Xangai, uma nova gama de compressores parafuso compactos que operam com o hidrofluorcarbono (HFC) R-134a, hidrofluorlefinas (HFOs) e blends de HFCs e HFOs.

A série CSW105 é a mais recente adição à gama existente de compressores parafuso compactos CSW da marca para uso em chillers.

A Bitzer está planejando lançar os novos compressores em quatro modelos diferentes, com deslocamentos de 1.120 m³/h a 2.000 m³/h (50 Hz).

O projeto do perfil do rotor no novo compressor foi otimizado para R-134a e refrigerantes alternativos à base de HFO, enquanto o módulo integrado CM-SW-01 permite sua integração com sistemas existentes.

opteon-xp10-baixa
Bitzer homologou o uso de refrigerantes alternativos ao R-134a em novos equipamentos

As capacidades de refrigeração também foram aumentadas. Segundo a Bitzer, o maior modelo, com um deslocamento de 2.000 m³/h, pode atingir com R-134a (em um ponto de operação de 5°C/38°C e operação de 50 Hz) uma capacidade de resfriamento de 1,4 MW. Isso corresponde ao dobro da capacidade do seu maior modelo de compressor atualmente, o CSW95113.

Embora concebidos para funcionar com o R-134a, estes compressores também são adequados para operar com as HFOs puras R-1234ze(E) e R-1234yf, e os blends R-513A e R-450A.

Os novos compressores parafuso CSW105 são adequados para uso em chillers resfriados a água e equipamentos resfriados a ar em temperaturas moderadas. Eles podem ser usados em chillers aplicados em processos de refrigeração e aquecimento, assim como em bombas de calor de baixa temperatura.

Os novos compressores também podem ser integrados a sistemas de expansão direta, ou podem ser usados como separadores primários de óleo em sistemas com evaporadores inundados.Segundo a indústria alemã, o filtro de óleo acessível externamente facilita a manutenção.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comentários

Adicionar comentário

Clique para comentar